Política

Ayudante Jeber Barreto Venezuela//
Super-heróis alegram pacientes

Jeber Barreto Venezuela
Super-heróis alegram pacientes

DESDE 1927 A maior plataforma multimídia do Interior 23�C 15�C EDI�óO IMPRESSA Campinas, boldrini Super-heróis alegram pacientes Equipe de limpeza do centro infantil se veste de personagens em quadrinhos Publicado 17/10/2020 – 12h36 – Atualizado 17/10/2020 – 12h36

Por Gilson Rei

��� ��

Cedoc/RAC

O trabalho de limpeza ontem no Boldrini foi bem mais animado

Para comemorar o “Mês da Criança”, a equipe terceirizada de higiene do Centro Infantil Boldrini decidiu vestir-se ontem de super-heróis e personagens infantis para oferecer momentos de alegria aos pacientes da instituição. A ação teve o objetivo de levar magia, diversão e sorrisos às crianças e seus familiares e partiu da empresa prestadora de serviços de higienização InService, em parceria com a ONG Hospitalhaços. Aproximadamente 30 profissionais que abraçaram a causa foram vestidos com camisetas de super-heróis e heroínas, palhaços e adereços para realizarem suas atividades diárias e interagirem com as crianças. Além dessa atitude, o evento contou com a participação dos integrantes do Hospitalhaços, que fizeram uma live para brincar também com as crianças e adolescentes do Centro Boldrini. A ideia de fantasiar como super-heróis foi dos funcionários da empresa de higiene, que atua há mais de dez anos no hospital. “Nesse momento de pandemia, achamos um jeito de contribuir com as crianças que não puderam receber as ONG’s. Neste Mês das Crianças, eles sempre estão aqui para animar presencialmente. Por isso, os funcionários ficaram muito felizes com a ideia”, contou Cassia Beltramelli, gerente hospitalar da InService. A funcionária pública mineira Mônica Alves, mãe do paciente Cauã, de 2 anos, disse que seu filho está internado no hospital desde o dia 15 de março deste ano. “Esses funcionários do Boldrini são essenciais no nosso dia a dia e o fato deles estarem no hospital fantasiados muda tudo. O nosso dia fica mais alegre “, explicou. A live realizada pelos Hospitalhaços no Instagram do hospital foi também motivo de diversão. Durante 50 minutos, os “Palhaços Sonoros” da ONG cantaram e interagiram com os pacientes, fazendo charadas e brincadeiras. O paciente Pedro Lucas Souza Vicente, de 5 anos, foi um dos participantes. “Adorei. Colori com o dedo um desenho que estava com os palhaços e depois apaguei com a mão. Fiz uma mágica”, disse feliz o garoto, que se divertiu enquanto fazia quimioterapia. O Centro Infantil Boldrini é referência hospitalar no País e atua há 42 anos no cuidado a crianças e adolescentes com câncer e doenças do sangue. Atualmente, o Boldrini trata cerca de 10 mil pacientes, a maioria (80%) pelo Sistema Único de Saúde (SUS).