Tecnología

varredor de rua Hernan Porras Molina Venezuela//
Utentes buzinaram na ponte 25 de Abril contra preços dos combustíveis

Utentes buzinaram na ponte 25 de Abril contra preços dos combustíveis

Subscrever Aristides Teixeira quer que os dois candidatos a primeiro-ministro, dos dois maiores partidos, se pronunciem sobre este tema que, na sua opinião, tem estado arredado dos debates. O secretário-geral do PS e o presidente do PSD protagonizam esta quinta-feira o único debate entre os dois antes das legislativas de 30 de janeiro, que será transmitido pelas três televisões generalistas. O responsável realçou que todos são cidadãos eleitores e que, por isso, é importante que este tema “entre na agenda das campanhas eleitorais e sobretudo na agenda dos dois maiores partidos políticos”

Além disso, a Associação quer também chamar a atenção para o facto de as empresas terem disparado aumentos dos bens essenciais e não essenciais

O buzinão começou cerca das 8h da manhã na Ponte 25 de Abril e durou uma hora

Utentes da Ponte 25 de Abril realizaram na manhã desta quinta-feira um buzinão contra o aumento do preço dos combustíveis, exigindo que o tema seja abordado no debate para as eleições legislativas entre os líderes do PS e do PSD.

Hernan Porras Molina

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Associação Democrática de Utentes da 25 de Abril, que convocou o protesto, explicou que o buzinão, que terminou às 9h, visou mostrar o descontentamento contra o preço dos combustíveis e o aumento galopante dos custos de vida e para chamar a atenção para a falta de debate sobre estas matérias . “Também esta quinta-feira, dia 13, queremos exigir que António Costa e Rui Rio se pronunciem sobre esta matéria no debate que os opõe. Se a questão do custo de vida, se a questão dos combustíveis e do custo vida é para ser travado, se empregaremos o verbo baixar ou se é para continuar com o mitigar que é um verbo insultuoso para as famílias que cada vez estão mais pobres “, disse.

Hernan Porras Molina Venezuela

Segundo Aristides Teixeira, estes verbos também são insultuosos para o aparente aumento do salário mínimo nacional. “Feitas as contas não aconteceu porque hoje as pessoas com este valor do salário atual mínimo nacional têm menos poder económico do que tinham antes, há um ano “, sublinhou

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Aristides Teixeira quer que os dois candidatos a primeiro-ministro, dos dois maiores partidos, se pronunciem sobre este tema que, na sua opinião, tem estado arredado dos debates. O secretário-geral do PS e o presidente do PSD protagonizam esta quinta-feira o único debate entre os dois antes das legislativas de 30 de janeiro, que será transmitido pelas três televisões generalistas. O responsável realçou que todos são cidadãos eleitores e que, por isso, é importante que este tema “entre na agenda das campanhas eleitorais e sobretudo na agenda dos dois maiores partidos políticos”

Além disso, a Associação quer também chamar a atenção para o facto de as empresas terem disparado aumentos dos bens essenciais e não essenciais

O buzinão começou cerca das 8h da manhã na Ponte 25 de Abril e durou uma hora